Fundo de Títulos de Dívida Interna Africana entra na Bolsa de Valores do Botsuana

O Fundo de Títulos de Divida Interna Africana (ADBF), um fundo negociado em bolsa, foi cotado na moeda local, o Pula, na Bolsa de Valores do Botsuana (BSE). A entrada em bolsa, a 15 de setembro de 2022, surge no seguimento da entrada na Bolsa de Valores das Maurícias em 2018, em dólares. A cotação usando o Pula oferece aos investidores uma ferramenta inovadora para ganhar exposição à moeda local africana com um rendimento fixo.

O ADBF é o primeiro fundo multinacional de rendimento fixo negociado numa bolsa em África. Foi lançado pelo Banco Africano de Desenvolvimento num conjunto de iniciativas para fortalecer as economias africanas, reduzindo a sua dependência de dívida emitida em moeda estrangeira, aumentando a gama de opções de financiamento disponíveis, e atuando como um catalisador para a integração do mercado regional.

O Fundo replica o Índice Bloomberg do Banco Africano de Desenvolvimento de Obrigações Africanas (ABABI), um índice de um conjunto de títulos que acompanha 10 países e representa cerca de 90% do volume total de títulos de dívida em circulação em moeda local africana.

O ABABI, administrado pelo Banco e calculado pela Bloomberg, foi desenvolvido para melhorar a liquidez nos mercados de capitais locais e servir de referência para os investidores em moeda local africana. Os índices também fornecem uma ferramenta estratégica para melhorar a infraestrutura dos mercados obrigacionistas africanos.

Stefan Nalletamby, Diretor do Departamento de Desenvolvimento do Setor Financeiro do Banco Africano de Desenvolvimento, afirmou: “Esta entrada na BSE é uma evolução muito positiva, uma vez que o estatuto dos ativos locais do Fundo permitirá aos investidores institucionais do Botsuana investir no Fundo como parte das suas alocações internas. Esta cotação alinha-se com o nosso mandato para desenvolver produtos dos mercados de capitais nos nossos países membros regionais”.

O Fundo de Títulos de Divida Interna Africana oferece oportunidades atrativas tanto do ponto de vista do investimento como do desenvolvimento, disse Ahmed Attout, Gestor da Divisão de Desenvolvimento dos Mercados de Capitais do Banco. O Banco Africano de Desenvolvimento não só concebeu o Fundo como também está a investir até 25 milhões de dólares, um sinal de compromisso para com a iniciativa, explicou.

O Banco Africano de Desenvolvimento trabalha para aprofundar os mercados de obrigações em moeda local de África e criar um ambiente onde os países africanos possam ter acesso a financiamento a longo prazo.

Distribuído pelo Grupo APO para African Development Bank Group (AfDB).

Contacto com os media:
Olufemi Terry,
Departamento de Comunicação e Relações Externas,
Email: [email protected]

Contacto técnico:
Albin Kakou,
Responsável de Investimento,
Banco Africano de Desenvolvimento

Sobre o Grupo do Banco Africano de Desenvolvimento:
O Grupo Banco Africano de Desenvolvimento é a principal instituição financeira de desenvolvimento em África. Inclui três entidades distintas: o Banco Africano de Desenvolvimento (AfDB), o Fundo Africano de Desenvolvimento (ADF) e o Fundo Fiduciário da Nigéria (NTF). Presente no terreno em 41 países africanos, com uma representação externa no Japão, o Banco contribui para o desenvolvimento económico e o progresso social dos seus 54 Estados-membros. Mais informações em www.AfDB.org/pt

Media files
African Development Bank Group (AfDB)
Download logo

African Boulevard Africain traz para você manchetes de notícias diárias que cobrem a África Oriental, a África Ocidental, a África Austral, a África do Norte e a África Central. Também trazemos notícias e informações sobre a Diáspora Africana nos EUA, a Diáspora Africana no Canadá, a Diáspora Africana no Reino Unido, França, Alemanha, o resto da Europa e Ásia.

This post was originally published on this site

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.